Sem categoria

Arquivos da categoria

NOTA DE PESAR

É com extremo pesar que recebemos a notícia do falecimento do sr. ELÍ REMIGÍO DE RESENDE, Conselheiro do Shopping São Luiz e querido amigo.
O sr. Eli foi conselheiro do Shooping São Luiz, sócio-fundador do Armarinho Resende (um dos maiores armarinhos do Rio de Janeiro), Contabilista e Administrador de Empresas, tendo em sua vida profissional colaborado com as maiores empresas do ramo têxtil do país. Perdemos hoje um exemplo de amizade e parceria, que jamais serão esquecidos.
À família enlutada apresentamos nossos sentimentos de solidariedade e respeito pela imensa dor da perda.

Alergia a bijuterias: como evitar?

Não é preciso abrir mão das bijus, e muito menos sofrer com coceiras e feridas

O níquel é o principal metal causador da dermatite de contato, a popular alergia, que muitas mulheres apresentam à bijuteria. Coceira, irritação, vermelhidão e eczemas são os sintomas mais recorrentes do problema, que, se não for devidamente tratado, pode evoluir para casos mais graves, como sangramentos e infecções.

Muitas pessoas são geneticamente predispostas a desenvolverem dermatite de contato. Porém, existem alguns fatores que contribuem para o aparecimento das indesejadas lesões. Além da pele ressecada, que é mais sensível, e o tempo de exposição ao material, o local de contato também influencia, já que a pele menos espessa, como das pálpebras e orelha, é mais suscetível à alergia.

Sem tratamento, a melhor forma de impedir as reações alérgicas é evitando o uso de peças com níquel, já que, a cada novo contato, as lesões reaparecem. Segundo explica a dermatologista Vanessa Cristina Soares, da Clínica Livon, a prata e o ouro são os materiais que menos provocam alergias.

“A pacientes que tem alergia ao níquel deve preferir acessórios feitos de metais com menos risco de alergia, como prata e ouro. No entanto, eles também podem conter uma pequena quantidade de níquel na composição”, afirma. “Uma das alternativas é investir nas chamadas bijuterias nickel-free, que são feitas com aço inoxidável ou alumínio. Existem ainda muitas outras opções de bijuterias que não utilizam metal, como os acessórios feitos de pedras, vidro, fibras e tecidos”, sugere.

Como evitar alergias à bijuteria

O diretor da loja virtual de bijuterias Passa Anel Vinicius Boudakian Bressiani afirma que, usando a criatividade, é possível evitar o surgimento de alergias por meio do contato com as bijus.

Invista em peças de ouro ou prata

Muitas mulheres apresentam alergia no lóbulo da orelha, mas, ainda assim, não deixam de usar brincos diariamente. “Neste caso, a dica é investir em uma peça mais básica e de maior qualidade, folheada a ouro ou prata”, sugere o especialista. Compre uma peça que combine com a maior parte de suas roupas e que você possa usar no dia a dia sem preocupações.

Escolha materiais alternativos

O metal não é o único material sofisticado. Couro, pérolas e cordões são alternativas igualmente elegantes, que não provocam alergias. “Para quem não gosta de acessórios sem metal, minha dica é investir, por exemplo, em pulseiras de couro que tenham um detalhe metalizado na parte superior, ou aplicações somente na parte externa. Assim, a área que fica em contato com a pele não provocará alergias”, diz Vinicius.

Opte por peças nacionais

“O banho é de melhor qualidade”, afirma o diretor. Além de durar mais, a peça não provocará lesões na pele.

Use acessórios em outras partes do corpo

Ao invés de usar brincos e colares, aposte em enfeites para o cabelo. As opções mais elaboradas podem substituir as outas bijus e não causam nenhum desconforto. “Se você não pode usar biju de jeito nenhum, aposte em tiaras, presilhas, faixas e lenços”, aconselha o profissional.

Aproveite a moda para inovar

Com a febre dos maxicolares, novas formas de usar bijuteria surgiram, incluindo o uso do acessório por cima da camisa. Use a tendência a seu favor e, além de ficar na moda, evite alergias. Pulseiras e braceletes também podem ser usados da mesma forma, garantindo um look atual.

Fonte: Bolsa de Mulher


Cinco razões por que as mulheres usam maquiagem, segundo a ciência

Vai sair hoje à noite? Para muitas mulheres isso significa gastar um bom tempo na frente do espelho com um monte de cosméticos. Apesar da variação cultural, algumas características físicas são geralmente consideradas padrões universais de beleza, como, por exemplo, a homogeneidade da pele e simetria facial, ambos sinais de boa saúde. Mas diante de tantos atributos, por que uma mulher realmente precisa de maquiagem? Para a psicóloga e PhD Theresa DiDonato, colaboradora da Psychology Today, existem cinco motivos que as levam usar maquiagem – mesmo não tendo plena consciência deles.

1) Batom? Use a cor vermelha. Mulheres de batom vermelho parecem de fato mais atraentes. Segundo a especialista, há um estudo recente que prova que lábios vermelhos fazem os homens se aproximarem mais rápido de uma mulher num bar do que se aproximariam de mulheres com batons marrons, rosas ou sem batom.

2) Base. Talvez porque a base equilibre o tom da pele e dê uma impressão mais forte de saúde, ela seja amplamente reconhecida por realçar a beleza. Theresa cita um estudo para explicar que a base é o produto que faz mais diferença na aparência de uma mulher. A conclusão foi tirada depois que um grupo de homens avaliou um grupo de mulheres que o substituíram por outros cosméticos.

3) Foque nos olhos. Num estudo recente, as mulheres classificaram a maquiagem nos olhos como o produto número um para realçar a atratividade de uma mulher. Rímel, sombra e delineador podem te ajudar. Na verdade, adultos são geralmente “considerados” bonitos quando têm traços típicos de pessoas mais novas, como olhos grandes, narizes pequenos e lábios salientes. Esse exagero de jovialidade tende a ser mais atraente.

4) Um pouco de blush. Por que o blush é sempre tão usado por elas? Talvez porque quando as mulheres estão mais disponíveis sexualmente (durante a ovulação) ou quando estão excitadas, elas ficam com as bochechas mais coradas. Quando você passa blush, por mais que seja artificial, ele te dá um ar de interesse sexual ou excitação.

5) Maquiagem simplesmente te faz parecer mais saudável. Além de toda a sensualidade, os cosméticos ajudam a mulher a criar certas percepções sociais favoráveis. Na verdade, um experimento recente revelou que mulheres fotografadas com maquiagem foram avaliadas como mais saudáveis, confiantes e até com maior potencial de faturamento do que as mesmas mulheres fotografadas sem maquiagem. Isso sugere que a maquiagem tem um papel potencialmente útil na vida social.


11 dicas infalíveis para se vestir bem

Ninguém nasce com estilo, mas com determinada carga genética. O corpo pode ter as formas de um triângulo ou um retângulo, parecer uma pêra ou mesmo um palito

Recomendações Para…
01. Parecer mais alta:

– Usar monocromáticos;

– Usar meia e sapato no mesmo tom

– Evitar linhas Horizontais (barra italiana, bolsos, barras estampadas) e contrastes;

– Usar sapato com um pouco de salto;

02.

Parecer mais baixa:
– Usar contraste de cor;

– Usar detalhes grandes na roupa;

– Evitar muitas linhas verticais;

– Evitar monocromáticos;

– Evitar detalhes muito pequenos para o seu tamanho;

– Usar detalhes horizontais, como lapelas grandes, listras horizontais, barra italiana e bolsos;

03. Parecer mais magra:

– Usar linhas verticais;

– Usar monocromáticos;

– Usar linhas fluídas;

– Evitar linhas horizontais abaixo dos ombros;

– Evitar peças largas ou justas demais;

– Evitar abotoamento duplo;

– Usar saias retas e levemente afuniladas;

04. Parecer mais cheia:

– Usar detalhes horizontais, cintos largos, listras, barra italiana, bolsos.

– Usar pregas;

– Usar tecidos volumosos ou com textura;

– Usar sobreposição;

05. Suavizar o tamanho dos seios:

– Usar linhas verticais, como decotes em “V”, Blazers abertos, camisas com botões;

– Se o busto for caído, evitar decotes muito profundos;

– Usar blusas mais soltas, em tecidos leves;

– Evitar golas muito grandes, cobrindo o busto; (nunca usar gola alta)

– Evite adicionar volume na altura do busto: texturas, estampas, pregas, bolsos, sobreposições, tops e casacos muito curtos, como coletes, spencers, boleros.

– Evitar calças, saias e vestidos de cintura alta;

– Evite cintos largos;

06. Aumentar o tamanho dos seios:

– Adicionar volume na altura da cintura: texturas, estampas, pregas, bolsos e sobreposições.

– Evitar decotes muito profundos e blusas muito justas. Para quem tem pouco seio, nunca – usar camiseta muito agarrada;

– Echarpes, lenços, e colares ajudam a adicionar volume na região do busto. Evitar,porém, colares muito compridos, que irão criar uma linha vertical na região;

– Decotes com franzido no meio;

07. Parecer ter um bumbum mais cheio, especialmente de perfil:

– Evitar roupas muito agarradas

– Usar calças retas e soltas;

– Usar saias e vestidos soltos

– Calça com bolsos no bumbum, principalmente, bolsos com botões (que criam um falso volume)

08. Minimizar o volume das nádegas:

– Usar calças retas e soltas;

– Evitar bolsos na altura das nádegas;

– Evitar saias e shorts muito curtos;

– Evitas cintura baixa ou alta;

– Usar blusas e casacos soltos;

– Evitar blusas e casacos acinturados, como parkas e jaquetas;

– Evitar tecidos muito agarrados ou volumosos abaixo da cintura;

– Evitar estampas muito grandes ou espaçadas;

– Saias caem melhor que calças;

– Usar saias e vestidos soltos pode evitar pregas e volume.

– Evitar cintos caídos ou muito largos na altura dos quadris;

09. Disfarçar o tamanho das coxas:

– Evitar tecidos muito agarrados ou volumosos abaixo da cintura;

– Evitar bolsos na altura dos quadris;

– Usar calças retas e soltas;

– Evitar shorts muito curtos;

– Usar saias e vestidos soltos, mas sem volume;

– Evitar saias muito curtas;

– Evitar blusas e casacos acinturados, terminando na parte mais grossa das coxas;

10. Alongar as pernas visualmente:

– Usar roupas com linhas verticais abaixo da cintura: calças retas ou com vinco, risca de giz…

– Usar monocromáticos;

– Evitar cintura baixa;

– Evitar calças com barra italiana (que achatam)

– Usar cintos, meias e sapatos da mesma cor da saia ou calça;

– Usar sapatos com um pouco de salto ao usar saias abaixo do joelho;

– Usar sapatos com salto;

– Evitar sapatos com tiras amarradas no tornozelo ou com gáspea muito alta;

11. Disfarçar a barriga:

– Chamar a atenção para os ombros;

– Usar blusas e casacos soltos;


#FimdeAno – Maquiagem Natal 2014

O fim de ano vem chegando aí, e junto a ele vem todas as comemorações e muita festa! Trouxe pra vocês hoje a minha primeira opção de make para essas festas de fim de ano – essa de hoje foi pensando no Natal. Nos olhos usei muito glitter dourado, e nos lábios um batom roxo (quase vinho), cor chiquérrima e super em alta que pode substituir o vermelhão sem medo! .

 

Veja o vídeo aqui!

 


Cinco dicas infalíveis para seu sapato novo não te apertar

Comprou um sapato novo e ele está te apertando seus pés? Pra piorar perdeu a nota fiscal e não consegue mais trocar? Veja as dicas para conseguir usar sem sofrer com as indesejáveis bolhas:

1 – Amacie o par antes de ir para a rua

Procure fazer um teste antes de sair com o par. Use-o em casa, durante algumas horas por dia para moldar a forma aos seus pés e permite que eles não machuquem tanto quando for usá-los para valer.

2 – Aplique hidratante nos pés e nos sapatos

Se estiver com problemas para calçar passe um pouco de hidratante nos pés. Espalhar um pouco de creme por dentro do sapato, também pode ajudar. Isso ajuda os seus pés a “escorregar” dentro do produto. A dica funciona especialmente bem em sapatos de couro.

3 – Use sacos com água congelada

Encha um saco plástico com água e amarre bem, de modo que a água não vaze. Em seguida, encaixe o saquinho dentro do sapato, fixando com elásticos ou fita adesiva e tomando cuidado para que a água se concentre nas áreas mais apertadas. Depois, ponha no congelador. Conforme a água virar gelo, ela se expandirá, alargando o sapato.

4 – Use secador de cabelos para esquentá-los

Vista uma meia bem grossa e tente calçar o sapato. Na sequência pegue um secador de cabelos e posicione-o a uma distância segura dos sapatos, para que ele possa esquentá-los sem queimá-los. Enquanto isso, mexa os pés dentro do sapato, para que ele vá cedendo aos poucos.

5 – Use batatas

Elas têm de ser grandes o suficiente para preencher todo o calçado. Deixe a batata por algum tempo. Cerca de dois a três dias deve ser o suficiente. O calçado se manterá esticado e cederá. Se o problema é na área dos dedos, use batatas menores, prendendo-as apenas naquela região


Saiba como se vestir no Natal!

O Natal é um dia muito esperado e, normalmente, comemorado em família. Contudo, há aqueles que comemoram com amigos ou até mesmo colegas de trabalho.

Independente de quem seja a sua companhia na comemoração deste natal, existe uma dúvida que permanece todos os anos: Com que roupa eu vou?

A roupa escolhida para passar a noite de Natal dependerá muito do tipo de ambiente e festa em questão, além do nível de relação que se tem com o anfitrião e os convidados.

O Natal, mesmo que passado em família, é uma festa que exige um pouco mais de capricho e tradição na hora de se vestir, e nunca é pecado estar bem vestido.

Saiba como se vestir para:

Natal em Família

Para passar em família, a roupa pode variar da casual a mais sofisticada, dependendo do estilo de festa. Independente disso, caprichar no visual é fundamental. Mesmo sendo uma festa mais simples, pode-se investir em cabelo, maquiagem e acessórios mais requintados que os que se usa no dia-a-dia.

Vestidos curtos e discretos para as mais jovens e um pouco abaixo dos joelhos para as mais maduras são alternativas elegantes para a noite de Natal.

O mesmo pode-se dizer de macacões e macaquinhos, ou até mesmo calças. Um tecido de maior qualidade pode dar um ar mais sofisticado ao visual. Jóias e bijuterias discretas complementam o look.

No Natal pode-se deixar o preto um pouco de lado. Azul marinho, cinza, bege, tons de verde, vinho e berinjela também são cores discretas e não denunciam repetição, já que trajes de festa geralmente são usados com menor freqüência.

Festa da Empresa

Na festa da empresa, é importante vestir algo que não seja muito chamativo e sim, mais discreto e elegante, já que envolve superiores e colegas de trabalho. Pode-se optar por peças com modelagens mais elegantes com cores neutras, tomando cuidado para não parecer profissional demais, afinal, trata-se de uma festa. Para surpreender, é possível escolher um acessório mais moderno e colorido, que complementa o visual e dá um ar um pouco mais descontraído.

Festas Requintadas

Em festas mais sofisticadas, pode-se optar por vestidos de coquetel sem muitos detalhes, pantalonas ou macacões em tecidos mais finos, blusas com rendas e brilhos discretos ou calças compridas coordenadas com camisas. O importante nesse tipo de festa é investir em tecidos mais finos, que dão um ar mais elegante às peças. Seda, chifon ou cetim são boas opções. Os tecidos leves e fluidos com estampas florais e transparências discretas, rendas e materiais opacos são escolhas certeiras. São permitidas cores claras e adocicadas, metálicos e tons fortes, como turquesa, laranja, vermelho e rosa.

Bolsas como as clutches são sempre bem-vindas e dão um ar sofisticado a qualquer look. Jóias e bijuterias devem ser usadas de acordo com a necessidade da roupa: muitos bordados ou brilhos pedem apenas brincos discretos, roupas mais limpa permitem acessórios mais chamativos. Nos pés, o salto alto é essencial em ocasiões como essas

É válido lembrar que elegância não significa, em hipótese alguma, exagero, mas sim saber pensar em detalhes, ousar em determinados elementos, escolher os acessórios certos e se adequar ao tipo de ambiente.

Escolha bem o que vai vestir na noite de Natal, e boas festas!


Três a cada quatro homens preferem mulheres sem maquiagem, diz pesquisa

Você é daquelas que não sai de casa sem rímel?

Tudo bem.

Mas se você é daquelas que não liga muito para maquiagem…

Tudo bem também.

Quem acha que as mulheres só usam maquiagem para agradar os homens está completamente enganado (a).

Se você é adepta da pouca maquiagem, além de deixar a pele respirar e se sentir bonita naturalmente, pode atrair mais os homens.

De três a quatro homens preferem as mulheres sem maquiagem e 40 % deles acreditam que elas exageram ao usar os produtos, diz uma pesquisa realizada na Inglaterra.

A pedido da marca de cosméticos St. Ives, 550 homens foram ouvidos. Uma lista com o que eles menos gostam numa mulher quando o assunto é beleza também foi feita e o resultado é:

45 %: excesso de maquiagem

33 %: bronzeamento artificial

5 %: batom vermelho brilhante

Mas e o que as mulheres acham?

Para deixar a pesquisa um pouco mais equilibrada foram entrevistadas 1 mil mulheres e os números mostram que elas pensam de forma diferente sobre o assunto.

À pesquisa, metade das participantes disse que se sentem melhor maquiadas. Segundo cálculos baseados nas respostas, chegou-se à conclusão de que as britânicas saem de casa sem maquiagem por apenas três semanas e meia durante todo um ano.


15 regras para se vestir bem

Ser elegante não é, nem de longe, uma missão impossível: com cuidados simples, dá pra ficar impecável e chique sem muito esforço!

1. DESCUBRA SEU TIPO FÍSICO

Esse é o passo mais importante para se vestir bem. Tire as medidas e confira seu tipo de corpo:

-Retângulo – Ombros, cintura e quadris têm as mesmas medidas.

-Ampulheta – Busto e quadril da mesma medida e cinturinha mais fina.

-Triângulo invertido – Ombros são mais largos do que os quadris e as coxas.

– Oval – A cintura, os ombros, as costas e o peito são maiores que os quadris e as coxas.

-Triângulo – Nesse tipo físico, os quadris são bem largos e os ombros são es
2. VALORIZE SEUS PONTOS FORTES

Qual é a parte mais bonita do seu corpo? Descubra e chame atenção para essa região. Se você adora suas pernas, por exemplo, aposte nas saias. Assim, você tira a atenção dos lugares de que gosta menos.

3. NÃO MOSTRE DEMAIS A SUA PELE!

Usar um superdecote com uma minissaia até destaca todos seus atributos, mas fica vulgar. Se seu objetivo é ficar sensual, deixe apenas uma região à mostra e use um belo salto alto. É mais que suficiente!

4. RECONHEÇA SUA IDADE

O que vestimos aos 15 anos dificilmente continuará legal no corpo quando chegarmos aos 30. A partir dessa idade, é preciso redobrar a atenção: roupas com cortes mais estruturados ficam melhor, porque não destacam defeitinhos como celulite, culote e barriga.

5. ENXUGUE AS MEDIDAS

A maneira mais fácil de fazer isso é usar roupas escuras. Mas nada de fazer o look preto total, que deixa a imagem muito pesada! Incremente a produção com uma bela bolsa ou com acessórios coloridos e alegres.

6. VISTA SEU NÚMERO

Se você usa roupas maiores que seu tamanho, só para poder esconder as gordurinhas, está cometendo um crime contra si. O mesmo serve para quem veste jeans apertado: destaca justamente o que não deveria.

7. DESCUBRA O PODER DOS DECOTES

Os decotes em V e U são perfeitos para quem tem busto grande. Já os do tipo canoa e tomara-que-caia aumentam o tamanho dos ombros e são ótimos para quem tem ombros muito estreitos.

8. APOSTE NOS ACESSÓRIOS

Eles levantam qualquer modelito e desviam a atenção dos seus defeitinhos. Atente para as combinações – não dá para usar brinco hippie com colar de pérola. Evite pôr tudo: brinco, pulseira, colar, anel, tornozeleira… Você não é uma vitrine!

9. DEIXE A CALÇA TOCAR NO PEITO DO PÉ

Sabe por quê? Quando encosta em cima do pé, a calça alonga a silhueta. Isso dá a impressão de que você é mais magra. A barra deve parar no meio do salto. Se for usar uma sapatilha ou um sapato baixinho, dobre um pouquinho a calça, para que a barra não fique arrastando no chão.

10. CUIDADO COM PREGAS E VOLUMES

Eles podem aumentar ainda mais suas medidas. Por isso, tome cuidado na hora de usá-los. Coloque pregas e volumes apenas se quiser valorizar a região onde eles vão ficar. Uma boa ideia é usar uma saia balonê quando você é reta e não tem bumbum. O efeito é chique e imediato!

11. ESCOLHA ESTAMPAS PEQUENAS

Quer usar estampas? Aposte nas pequenas. As grandes aumentam as medidas e, na maior parte das vezes, só ficam bem em sofás e cortinas.

12. TENHA PEÇAS CURINGAS

Sempre tenha no guarda-roupa: vestido preto, terninho de cor neutra, casaquinhos de meia-estação, camisas brancas, sapato fechado de salto médio, bota elegante, uma bolsa básica e um bom e surrado jeans.

13. RESPEITE SEU ESTADO DE ESPÍRITO

Quando uma pessoa está triste, procura cores sempre escuras. Quem está alegre usa peças mais vivas. Não quebre a cabeça tentando um look colorido se não estiver num bom dia. Que tal o pretinho básico?

14. ATENTE PARA O TECIDO

Panos pesados, como brim, lã e sarja, podem estragar o visual. Use-os com moderação. Sempre que escolher uma peça assim, combine-a com tecidos mais leves.

15. OLHE-SE NO ESPELHO!

Esta é a principal regra para se vestir bem. Aprenda a se ver! Quando estiver experimentando uma peça, preste atenção em como ela cai no seu corpo.


Dicas para manter postura e elegância no dia a dia

Você sabia que pode evitar problemas futuros na coluna? Pois é, confira as dicas para manter postura e elegância ao desempenhar tarefas do dia a dia

Logo que pensamos em elegância já imaginamos vestidos glamorosos, homens em terno e gravata, lindos, passando aquele ar de sofisticação e classe, certo? No entanto, ser elegante vai muito além da aparência e está associado a outros fatores, como educação, charme, gentileza, graça, distinção e postura.

Mesmo sem querer, transmitimos alguns sentimentos com a nossa expressão corporal, como: desânimo, leveza, insegurança e confiança. A manutenção de uma postura adequada – costas retas, ombros relaxados e cabeça levemente erguida – reflete o estado de espírito e ajuda a evitar problemas de saúde relacionados a coluna, músculos, articulações e respiração.

No dia a dia, é comum cometermos alguns erros de postura ao abaixarmos para pegar algo no chão, dirigir, cozinhar, estender a roupa no varal, dormir, ao usar o computador e no trabalho. É preciso ficar atento à postura ao realizar atividades rotineiras, porque não dá para perder a elegância nem quando se vai varrer o chão ou assistir televisão, né?

De acordo com Helder Montenegro – fisioterapeuta, presidente da Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna (ABRC) e do Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral (ITC), cerca de 13% das consultas médicas são provenientes de queixas de dor na coluna vertebral. “Nós observamos os nossos pacientes e constatamos que as dores são provenientes de vícios posturais que se perpetuam devido à falta de pequenas mudanças ou orientações. As atividades domésticas e cotidianas exigem muito esforço físico e submetem o corpo a posturas arriscadas para a coluna, quadril, joelhos e ombros. Portanto, ficar atenta e se policiar são ações primordiais para corrigir a postura”, afirma.

Dicas para manter a postura sempre elegante
– Ao sentar, deixe os calcanhares apoiados no chão e mantenha a coluna apoiada e relaxada no encosto da cadeira.
– Ao andar, mantenha os ombros alinhados, relaxados, coluna ereta e cabeça erguida;
– O cabo da vassoura precisa corresponder com a sua altura e tente não inclinar o corpo para frente;
– Agache com os joelhos dobrados, os pés afastados e abdômen contraído;
– Ao estender a roupa no varal, coloque-o em uma altura compatível com a sua, acessível aos braços;
– Ao calçar o sapato, sente-se, cruze a perna de modo que alcance o pé sem curvar a coluna;
– Pratique exercícios físicos que auxiliam na correção da má postura, como Yoga, Pilates e musculação.


Page 1 of 212



Buscar lojas