Promoções

Arquivos da categoria

Crianças no Fundo do Mar

No mês das Crianças teremos uma incrível viagem ao fundo do mar no Shopping dos Peixinhos! Nossa diversão contará com brincadeiras, cenário com piso interativo imitando fundo do mar, distribuição de peixinhos, brindes e balões, além da participação dos personagens Mickey, Minnie e Pica Pau! Venha e participe!


Entenda a relação entre as mulheres e os sapatos

Quando você olha um par de scarpins de Louboutin, você sente um frio na barriga ou um arrepio por todo o corpo? A paixão feminina por sapatos vai muito além do consumismo e chega a ser uma relação de afeto com base em dados históricos e comportamentais.
Apesar de não existirem evidências científicas, atualmente alguns estudos comprovam por que as mulheres são tão obcecadas por sapatos. Veja mais sobre essa história!

Paixão da cabeça aos pés
Não é de hoje que as mulheres mantêm uma relação de “amor perfeito” com os sapatos. Lá no século XVIII, a rainha francesa Maria Antonieta já exibia uma coleção invejável de pares e modelos, mas por aqui eles só ganharam importância com a chegada da corte de Dom João VI, em 1808.
O tempo passou e os sapatos foram se modificando, hoje existem inúmeros tipos, cores e texturas para todos os gostos e bolsos, aumentando ainda mais nossa fissura por eles!
Ivana Ramos, estudante de nutrição e amante de sapatos, admite que tem mais de 40 pares e que prefere comprar sapatos a comprar roupas. “Quando compro um sapato, sinto como se tivesse comprado uma nova mulher. A cada par e modelo, é uma personalidade diferente que surge”, conta.

Por que amamos tanto os sapatos?
Assim como Ivana, para muitas mulheres o sapato passa a ser um componente tão ou mais importante que a própria roupa. Um par de saltos, por exemplo, tem a capacidade psicológica e simbólica do poder, elegância e sensualidade.
Um estudo realizado pela agência Giacometti Comunicação revela que existe um processo emocional comum entre as mulheres e o consumo: primeiro é o hábito aspiracional (quando se deseja comprar), o segundo é chamado de drivers (sensação de prazer durante o ato da compra) e o terceiro é o hábito do próprio uso diário. Todo esse processo constitui a paixão por compras, inclusive a de sapatos.
Para o neurocientista indiano Vilayanur Ramachandran, diretor do Centro do Cérebro e da Cognição da Universidade da Califórnia e autor do livro Fantasmas do Cérebro, a explicação pode estar na proximidade entre os circuitos neurais que são relacionados à nossa imagem corporal.
“Ele (o neurocientista) explica que as áreas do cérebro associadas aos órgãos genitais e aos pés estão muito próximas, sendo facilmente estimuladas entre si” comenta Iracema Teixeira, doutora em psicologia e especialista em educação sexual. A princípio, isso explicaria a relação fetichista entre os pés e a sensualidade.

Comportamento afetivo x sapatos
No imaginário social, os sapatos possuem uma estreita relação com a sedução. Logo, os modelos que valorizam os pés e a postura feminina acabam por estimular a sensualidade e aumentam a autoestima da mulher.“A oferta de diferentes formatos, cores e estilos apontam para um grande valor estético, tanto quanto a vestimenta”, explica Iracema.
O ato de beijar os pés, como lembra a psicóloga, representa veneração. Era um hábito muito comum na antiguidade e está presente nas parábolas bíblicas, o que mostra que essa parte do corpo tinha grande importância e respeito.
A pesquisa da agência Giacometti sugere que os sentimentos experimentados pela mulher no momento da compra de um sapato é o desejo de ficar mais atraente e de ser reverenciada, e não devido à funcionalidade do objeto.
O estudo também diz respeito à frequência de compra: estima-se que as mulheres adquiram um novo sapato por mês, no mínimo. “Daí o mercado ser tão forte, com vitrines chamativas e atraentes”, comenta a psicóloga.

Saltos deixam qualquer mulher sexy
O salto alto surgiu na corte francesa do século XVII e foi Luís XIV quem “encomendou” o primeiro par de sapatos altos. A história conta que o monarca tinha 1,60m de altura e queria aumentar sua estatura para impor mais austeridade. Ficou tão célebre que o tipo de salto foi batizado com o seu nome e, mais tarde, começou a ser usado pelas mulheres da corte.
Até o final do século XVIII os sapatos de salto alto eram usados pela nobreza. Porém, com a revolução francesa, o uso dos saltos foi praticamente proibido como forma de banir a aristocracia. “Somente as prostitutas dos ricos bordéis franceses usavam, e eram as mais solicitadas”, conta a psicóloga. Somente no século XIX foi quando os Estados Unidos começaram a fabricar os sapatos de salto.
De fato, quando uma mulher está de salto, sua postura corporal fica diferente (e atraente!). Reparem que a silhueta fica ligeiramente inclinada para frente, empinando o bumbum e acentuando os seios, ou seja, logo as partes do corpo feminino que possuem uma forte estimulação erótica.
Com isso, a tara por saltos passou a ser compartilhada também com os homens, que ficam enlouquecidos quando veem um belo par de pernas com salto agulha, por exemplo. “Algumas pesquisas calculam que aproximadamente 30% da população masculina mundial sente fascínio por sapatos femininos. Já mostrava o príncipe fascinado pelos sapatinhos de cristal da Cinderela”, conta Iracema.

Costumes antigos marcaram a relação das mulheres com os sapatos
Os povos antigos também possuem suas histórias de amor e obsessão das mulheres com seus sapatos. Os costumes explicam a importância do sapato na vida delas e a forma como eram usados revelam hierarquia, beleza e intenções secretas. Confira:
Passos elegantes: há 1200 anos, na China, as sapatilhas chinesas eram usadas pelas mulheres desde a infância. Seu tamanho era de oito centímetros e levava os pés a atrofiarem, forçando um caminhar curto e lento.
Siga-me: na Grécia Antiga, as cortesãs usavam sandálias com pequenas tachas presas às solas. Estas marcavam o solo como sugestão para serem seguidas.
Sou rica: no Egito, somente as mulheres de classe alta usavam sapatos. E eles eram feitos com pedrarias e bordados em ouro.
Anti-fuga: no século XV, só mulher rica e bem sucedida em Veneza usava salto alto. Além de ser um símbolo de status econômico e social, a história explica que o salto foi projetado pelos maridos como forma de dificultar o deslocamento delas e ter maior controle.


Dez motivos para visitar o Parque Madureira

VEJA Rio visitou o Parque Madureira, terceira maior área verde do Rio, e mostra as melhores atrações do espaço, como mesas para tênis de mesa, quadras poliesportivas e ciclovia

Ponto nevrálgico da área mais urbanizada do Rio, onde linhas de trem cortam a paisagem rumo a Belford Roxo e fábricas produzem de roupas a biscoitos em ritmo frenético, Madureira tem agora um oásis de natureza em sua paisagem. Desde o dia 23 de junho, visitantes e moradores do bairro podem desfrutar da terceira maior área verde carioca – menor apenas que o Aterro do Flamengo e a Quinta da Boa Vista. Trata-se do Parque Madureira, área com 103 000 metros quadrados, o equivalente a 12 campos de futebol, em que estão distribuídas atividades esportivas, mirante, praças de alimentação e pistas para caminhada. Outro destaque fica pelo emprego de tecnologias ecológicas, como o reuso da água da chuva para a irrigação de plantas e as 400 lâmpadas LED, que consomem a metade da energia de um modelo comum.

Foram investidos 100 milhões de reais para transformar o antigo terreno baldio da Light em um espaço repleto de atrações. A mudança começa pelo plantio de 52.000 mudas, 432 árvores nativas e 194 palmeiras, assim como 21.500 metros quadrados de grama verdinha. Promete-se que o espaço, que conta ainda com cinco fontes, diminua a temperatura do entorno em até 5 graus celsius, um alívio para o bairro, que tem 98% do território coberto pelo concreto de avenidas e edifícios. Além do convívio com a natureza, quem for ao parque pode também aproveitar as quadras poliesportivas, assim como as mesas para pingue-pong, os campos de futebol e uma rampa de skate enorme, projetada pelo campeão mundial Bob Burnquist.

Para desvendar o Parque Madureira, VEJA Rio visitou o espaço nesta terça (3) e conta o que ele tem de melhor – e o que precisa ser aperfeiçoado.

Jardim Botânico. Com espécies nativas e exóticas, foi feito especialmente para os deficientes visuais. Eles podem tocar e identificar cada planta pela textura e o cheiro das folhas.

Fontes. Caminhando pela área das fontes, é possível esquecer o burburinho do entorno enquanto houve-se apenas o barulho das águas. No total, são cinco jatos d’água e lagos que ocupam 1600 metros quadrados, ajudando a reduzir a temperatura.

Pista de skate. Pode-se dizer que é uma das atrações mais aguardadas. Em fase final de acabamento, terá espaço para modalidades street, longboard e vertical. O maior vão possui 3,5 metros de profundidade e, somando-se todo o espaço, são 3.850 metros quadrados reservados aos skatistas.

Praça do Samba. Próximo à quadra da Portela, uma das mais tradicionais escolas de samba cariocas, o parque também ganhou uma área dedicada ao ritmo. Lá, bambas da região vão tocar numa praça com capacidade para 360 pessoas sentadas ou 3.000 em pé.

Pedalando é mais rápido. Caso não queira caminhar por mais de um quilômetro para conhecer toda a extensão. é possível alugar uma bicicleta no sitema Bike Rio (confira aqui o site do programa). Outra opção são as bicicletas com dois e três lugares, que custam R$ 10,00 o período de 30 minutos.

Que tal uma partida de dama? No trecho mais agradável, logo à frente das fontes d’água, há nove mesas de jogos para partidas de damas e xadrez.

Quadras esportivas. Já estão disponíveis a quadra de volêi de praia e futebol society e, em fase final de acabamento, duas poliesportivas.

Centro de educação ambiental. É a sede administrativa e tem como destaque uma belíssima parede verde, recoberta por frondosas bromélias. Lá, o visitante pode se inscrever para aulas de tênis de mesa, basquete, caminhada orientada e musculação. Ainda aguarda, no entanto, o início de atividades educativas sobre o meio ambiente.

Academia para a terceira idade. Bastante concorrida, é um dos trechos mais procurados. Lá, idosos fazem exercícios leves ao longo de todo o dia. Mas, atenção: evite os horários de sol forte, já que não há áreas sombreadas.

Praças de alimentação. São três, distribuídas ao longo do parque. É possível escolher entre sanduíches do Bob’s, e cachorros-quente da rede Dog’s, entre outras opções. Fazem falta, no entanto, opções mais saudáveis que incluam frutas e refeições leves.

E o que precisa melhorar?
Não há espaços sombreados ainda, já que as plantas estão em fase inicial de crescimento. Por isso, o sol bate inclemente em todos os cantos e as raras sombras são disputadíssimas.

Nem todos os banheiros encontram-se em funcionamento. Durante a visita, quatro dos oito estavam fechados.

Prometida como principal espaço para educação e tecnologia, a Nave do Conhecimento ainda está em obras. Se o parque foi inaugurado, ela já deveria estar em operação. O mesmo pode-se dizer do deque com vista para todo parque.

Como chegar: Rua Soares Caldeira, 115, Madureira (Em frente ao Madureira Shopping). De terça a domingo, das 5h à 0h. Grátis.

Fonte: Veja Rio

 


Regulamento #Natal no shopping dos peixinhos

O Natal chegou no Shopping dos Peixinhos com uma decoração e o bom velhinho para encantar você e sua Família. Para comemorar o Shopping dará um Xbox360, um Tablet incrível e um Headphone irado para os vencedores da Promoção “#NATAL NO SHOPPING DOS PEIXINHOS”. É o que você precisava para garantir seu presente de Natal!

Regulamento do Concurso Cultural #NATAL NO SHOPPING DOS PEIXINHOS
O concurso cultural “#NATAL NO SHOPPING DOS PEIXINHOS” é promovido pelo Cond. Edif. Centro Comercial São Luiz, localizada na Av. Ministro Edgar Romero nº 81 – Madureira – Rio de Janeiro/RJ – Brasil, sob o CEP CEP: 21350-301. Está inscrita no CNPJ sob n°: 35906817/0001-08.
1- Do Concurso Cultural
1.1. A participação neste concurso é voluntária e gratuita, não estando condicionada, em hipótese alguma, à sorte, pagamento de preço e/ou compra de produtos ou serviços pelos participantes, sendo, portanto, de caráter exclusivamente cultural/recreativo, conforme o disposto no artigo 30, do Decreto nº. 70.951/72.
2 – Da Duração do Concurso
2.1. Este concurso terá início às 16h50m00s do dia 22 de Novembro de 2013 e término às 23h59m59s do dia 26 de Dezembro de 2013.
3 – Da Elegibilidade dos Participantes
3.1. O Concurso é válido em todo o território nacional desde que o participante tire fotos com o novo cenário de Natal no interior do Shopping dos Peixinhos. O concurso está aberto aos participantes maiores de 18 (dezoito) anos de idade ou, se menores, devidamente autorizados ou representados, na forma da lei, por seus representantes legais.
4 – Da Participação no Concurso
4.1. Para participar do Concurso “#NATAL NO SHOPPING DOS PEIXINHOS”, os participantes deverão:
4.1.1 – Entre na página do Facebook https://www.facebook.com/shoppingdospeixinhos e escolha a opção de “curtir a página” – para isso, é preciso ter um perfil cadastrado no Facebook;
4.1.2 – Tire uma foto no cenário de Natal do Shopping dos Peixinhos e poste publicamente em seu mural pessoal do Facebook com a hastag: “#NATALNOSHOPPINGDOSPEIXINHOS”;
4.1.3 – Peça para seus amigos te ajudarem curtindo a sua foto.
4.2 – Não será permitida a participação de funcionários do Shopping dos Peixinhos, nem de representantes ou terceiros que possuam ligação comercial com a empresa.
5 – Do Julgamento do Concurso
5.1. Os vencedores serão os três fans que tiverem suas fotos mais curtidas, contanto que tenham seguido os procedimentos para participação corretamente.
5.2. A escolha dos vencedores é soberana, inquestionável e irrecorrível.
6 – Do Prêmio
6.1. Serão premiados três participantes da promoção via Facebook;
6.2. O primeiro lugar receberá 1 (um) Xbox360;
6.3. O segundo lugar receberá 1 (um) Tablet;
6.4. O terceiro lugar receberá 1 (um) HeadPhone.
7 – Da Publicidade e entrega do prêmio
7.1. A publicação do premiado será divulgada na página oficial do Shopping dos Peixinhos no Facebook (https://www.facebook.com/shoppingdospeixinhos) em até 15 (quinze) dias, contados da data de finalização, sendo também o premiado comunicado pelo Facebook.
7.2. No caso de vencedor menor de 16 anos, a entrega do prêmio será realizada somente na presença de seu representante legal.
7.3. A empresa promotora do Concurso não trocará os prêmios por outros produtos ou por dinheiro.
7.4. Na eventualidade do participante vencedor, por algum motivo, não puder ser contatado, ou se contatado, não se manifestar em até 30 (trinta) dias após a comunicação da Promotora, perderá o direito à premiação e será escolhido um novo participante a ser premiado em seu lugar.
7.5. Os prêmios serão enviados pelo Correio ao participante vencedor, sendo necessário que o mesmo informe à empresa promotora deste Concurso todos os dados necessários para o envio – nome, RG, CPF, endereço completo, telefone fixo e e-mail. Caso esses dados não sejam enviados pelo vencedor do concurso dentro de um prazo de 15 dias após a divulgação, será considerado como desistente do recebimento do prêmio.
7.6. O ônus referente ao envio dos prêmios é de responsabilidade da empresa Promotora, que se responsabiliza em fazer o envio apenas uma vez, exonerando-se da responsabilidade decorrente de problemas causados por terceiros no recebimento dos prêmios.
7.7. Ao receber o prêmio, o participante contemplado o aceitará incondicionalmente, exonerando a Promotora e/ou terceiros envolvidos neste concurso de qualquer responsabilidade ou obrigação futura incluindo, mas não se limitando, à perdas, lesão a bens ou propriedade, lesão ou danos pessoais, morte e lesões físicas, lesões que sejam ocasionados total ou parcialmente, direta ou indiretamente, pela participação em qualquer atividade relacionada a este concurso, ou recebimento, posse e uso do prêmio.
8 – Da Cessão de Direitos
8.1. Ao seguir os procedimentos para participar neste concurso, nos termos deste regulamento, o participante estará automaticamente autorizando, por si ou através dos seus pais ou do seu representante legal, desde já e de pleno direito, de modo expresso e em caráter irrevogável e irretratável:
8.1.1. O uso gratuito e livre de qualquer ônus ou encargo de seu nome, sua imagem e sua voz em fotos, arquivos e/ou meios digitais ou não, ou em qualquer tipo de mídia e/ou peças promocionais, inclusive em televisão, rádio, jornal, cartazes, faixas, outdoors e na Internet, no território nacional, para a ampla divulgação da conquista do prêmio e/ou do conteúdo vencedor.
8.1.2. O uso, bem como, cedendo todos os direitos patrimoniais relativamente ao conteúdo vencedor, inclusive, mas sem limitação, os direitos de expor, publicar, reproduzir, armazenar e/ou de qualquer outra forma dela se utilizar, em caráter gratuito e sem qualquer remuneração, ônus ou encargo, podendo referidos direitos serem exercidos em qualquer tipo de mídia e/ou peças promocionais, inclusive em televisão, rádio, jornal, cartazes, faixas, outdoors e na Internet, para a ampla divulgação do conteúdo vencedor, deste concurso e/ou de seu desenvolvimento posterior, nos termos da lei 9.610/98 (Lei de Direitos Autorais).
8.1.3. Os menores de idade deverão ser assistidos por seus pais ou pelo seu representante legal para participar este concurso, aceitar o regulamento do mesmo, bem como para as autorizações tratadas no item a seguir.
8.1.4. As autorizações descritas acima não significam, implicam ou resultam em qualquer obrigação de divulgação nem de pagamento, concordando ainda o(s) ganhador(es), inclusive, em assinar eventuais recibos e instrumentos neste sentido e para tal efeito, sempre que solicitado pela empresa promotora.
9 – Da Desclassificação
9.1. Serão imediatamente desclassificados deste concurso:
9.1.1. Os usuários do Facebook cujo perfil não corresponda ao usuário real da rede;
9.1.2. Os compartilhamentos e comentários que contenham frases ou palavras que sejam consideradas impróprias pela Comissão Julgadora;
9.1.3. Os casos de fraude ou tentativa de fraude ou, ainda, de utilização de qualquer meio eletrônico, informático, digital, robótico, repetitivo, automático, mecânico e/ou análogo, com intuito deliberado de reprodução automática e/ou repetitiva da participação, idênticas ou não, o que importará na nulidade também de todas as participações efetuadas pelo participante, ainda que nem todas tenham resultado do uso de tais meios e/ou sido realizadas com tal finalidade.
10- Das Disposições Gerais
10.1. Os participantes do concurso cultural, incluindo o vencedor, assumem total e exclusiva responsabilidade a respeito de todas e quaisquer eventuais reivindicações de terceiros que se sintam prejudicados por suas participações no concurso, sendo esses direitos cedidos livres e desembaraçados de todos e quaisquer ônus ou restrições.
 
10.2. O vencedor autoriza, desde já, a veiculação de seus nomes, imagens e som de voz, sem limitação de espécie alguma para utilização das mesmas em fotos, cartazes, filmes, “spots” e em qualquer tipo de mídia e peças promocionais para a divulgação da conquista do prêmio.
 
10.3. Havendo interrupção ou suspensão do concurso ou da publicação do ganhador no Facebook devido a problemas de acesso à rede de Internet, intervenção de hackers, vírus, manutenção, queda de energia, falhas de software ou hardware, problemas com os servidores ou provedores do internauta ou da empresa promotora, por decisão da Promotora ou em razão de caso fortuito ou força maior, não será devida qualquer indenização ou compensação aos participantes do concurso e/ou aos eventuais terceiros prejudicados. A Promotora envidará os melhores esforços para dar prosseguimento ao concurso tão-logo haja a regularização do sistema, resguardando-se, no entanto, a possibilidade de cancelamento definitivo na hipótese em que haja total impossibilidade de recuperação de dados. Nessa hipótese, os participantes serão avisados pelas redes sociais e não será cabível, da mesma forma, compensação e/ou indenização de qualquer espécie.
 
10.4. A Promotora, a seu exclusivo critério, a qualquer tempo, se julgar necessário, poderá alterar as regras constantes deste regulamento, assim como substituir qualquer um dos prêmios anunciados por outros de igual valor,mediante comunicação pública de tais mudanças no hotsite do Concurso;
 
10.5. As dúvidas não previstas neste regulamento serão julgadas por uma comissão composta por membros da Promotora, cujas decisões serão soberanas e irrecorríveis.
 
10.6. O prêmio não poderá ser convertido, total ou parcialmente, em dinheiro, ou trocado por produto diferente.
 
10.7. A Promotora poderá interromper o Concurso em qualquer momento caso motivos de força maior assim o faça necessário.
 
10.8. A participação neste concurso acarreta aos participantes a aceitação total e irrestrita de todos os itens deste regulamento.
 
10.9. O participante não poderá alegar, em qualquer hipótese, que qualquer marca, logotipo ou sinal de identificação tenha sido criado e/ou modificado em seu benefício, ou requerer qualquer direito de titularidade ou propriedade, sendo que a utilização de qualquer marca e/ou símbolo da empresa promotora será restrita as condições estipuladas neste concurso.

PROMOÇÃO: CONCORRA A DOIS TABLETS E 2 SKATES!

promo-imagemO Shopping dos Peixinhos está lançando o seu novo site e página no Facebook! Para comemorar, dará 2 Tablets e 2 Skates para os vencedores da Promoção “EU CURTO O SHOPPING DOS PEIXINHOS”. É o que você precisava para ficar conectado conosco enquanto curte nossas galerias e as novidades de Madureira! Confira aqui o regulamento.




Buscar lojas